Cresce o número de brasileiros que entram nos Estados Unidos de forma ilegal | TVBRASILIENSE.com The Mobile Television Network

Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, relata que a maioria das travessias acontece através da fronteira com o México   O número de brasileiros e latino-americanos que tentam atravessar a fronteira do México ilegalmente rumo aos Estados ...

imigração, migração, fronteiras

Cresce o número de brasileiros que entram nos Estados Unidos de forma ilegal

Publicado por: Redação
01/01/2022 12:35 PM
Cortesia Editorial Pexels/iStock
Cortesia Editorial Pexels/iStock

Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, relata que a maioria das travessias acontece através da fronteira com o México

 

O número de brasileiros e latino-americanos que tentam atravessar a fronteira do México ilegalmente rumo aos Estados Unidos tem crescido exponencialmente ao longo do último ano.

 

Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados e sócio do LeeToledo PLLC, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, relata que houve um grande aumento no número de brasileiros presos e deportados na fronteira. "A quantidade de brasileiros apreendidos é gigantesca. Ron DeSantis, governador da Flórida, solicitou oito milhões de dólares para o governo federal visando a deportação de brasileiros que entraram no Estado através do México de forma ilegal. Isso realmente se tornou um grande problema", revela.

 

De acordo com o advogado, os Estados Unidos protocolaram algumas medidas para impedir que esse número aumente ainda mais, entretanto novos imigrantes ilegais entram no país a cada dia. "Houve uma redução em razão do patrulhamento que aumentou bastante, mas ainda tem entrando muita gente e isso é visível principalmente nas estradas do Texas depois das seis, sete da noite, quando já fica um pouco mais escuro. Vemos muita gente caminhando na beira da estrada, são pessoas que estão com sacolas, crianças no colo, andando fora do acostamento porque a qualquer sinal estranho, já podem fugir. Você percebe isso nitidamente", lamenta o advogado.

 

Toledo relata que é possível notar essas características até mesmo nos aeroportos do Brasil. "Se você for para Guarulhos e ver o padrão de embarque dos brasileiros que estão indo para o México, você vê nitidamente uma mudança em relação aos últimos anos. Antes era notável que as pessoas estavam indo passar férias em Cancún e Cidade do México por exemplo, enquanto hoje, você vê muita gente de mudança mesmo", relata o advogado.

 

Ao atravessar a fronteira de forma ilegal, os brasileiros colocam a vida em risco de várias maneiras diferentes, e ao serem capturados, perdem qualquer chance de um dia entrar nos Estados Unidos de maneira legal.

 

De acordo com o especialista em direito internacional, alguns até conseguem entrar no país, mas se veem obrigados a viver na clandestinidade, sem poder usufruir de fato dos benefícios de estar nos Estados Unidos. "Dessa forma, não é possível obter a documentação necessária para viver na maioria dos estados. Não consegue ter uma linha de crédito, histórico bancário, e  acesso às coisas boas dos Estados Unidos, porque escolheu a forma irregular de entrar", pontua.

 

O advogado encerra dizendo que existem maneiras de entrar no país legalmente, mas a falta de informação acaba sendo a ruína desses brasileiros "Geralmente advogados e processos de migração geram um gasto de 10 a 20 mil dólares. Enquanto coyotes cobram 30 mil para uma travessia de alto risco. Então isso mostra uma grande falta de informação por parte das pessoas que escolhem voluntariamente essa situação de risco", finaliza.

 

*Daniel Toledo é advogado da Toledo e Advogados Associados especializado em Direito Internacional, consultor de negócios internacionais, palestrante e sócio da LeeToledo PLLC.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Mobile/mid page banner aqui...