Se você está conectado à Internet tem bons motivos para se manter seguro

Publicado por: Redação
07/02/2023 12:32 PM
Exibições: 51
Cortesia Editorial Pixabay/iStock
Cortesia Editorial Pixabay/iStock

A educação digital auxilia contra o crescimento de fraudes no ambiente virtual e é questão de segurança financeira e pessoal.

 

A educação ou conhecimento é muito importante e deve começar bem cedo.

A educação digital é uma ótima maneira de aumentar a conscientização do público em relação aos riscos existentes no ambiente virtual e às medidas que podem ser tomadas para evitar ou diminuir o risco de fraudes. Mais da metade dos brasileiros já foi vítima de crimes cibernéticos.

 

A educação digital pode ainda ensinar as pessoas a evitar tais fraudes, como reconhecer ameaças de phishing, verificar URLs, proteger informações confidenciais, dados bancarios  e muito mais. Além do mais, a educação digital também pode contribuir para ajudar a aumentar a conscientização das pessoas sobre os vários tipos de fraudes e seus efeitos, para que os usuários possam tomar medidas concretas para proteger a si mesmas, amigos, familiares e principalmente seus dados.

 

Os crimes cibernéticos mais comuns praticadas através da internet

Os crimes cibernéticos mais comuns são roubo de identidade, roubo de senhas, phishing, ransomware, vírus e malware, golpes de investimento, pirataria de software, ataques de negação de serviço (DoS), estar atento aos links enviados por e-mails, SMS ou WhatsApp que sejam desconhecidos que, muitas vezes, são golpistas que se passam por bancos ou órgãos governamentais como a Receita Federal, falsas intimações do Poder Judiciário, do Ministério Público e da Polícia Federal e acesso não autorizado (hacking).

 

Quais formas as pessoas podem se proteger dos crimes de internet no computador ou no celular

 

Há muitas ações de proteção e separamos algumas dicas em que as pessoas podem tomar para se proteger dos crimes cibernéticos:

 

- Instalar e manter software de segurança e antivírus atualizado

- Utilizar senhas fortes e únicas para cada conta - Não clicar em links de e-mails suspeitos

- Verificar os endereços de links antes de clicar

- Não usar dispositivos públicos para acessar informações confidenciais

- Utilizar uma VPN para navegar anonimamente na Internet

- Não compartilhar informações confidenciais com desconhecidos

- Criptografar dados confidenciais - Atualizar sistemas operacionais e aplicativos

- O uso de dois celulares por exemplo já está se tornando comum, o mais novo, moderno e com dados bancarios, fica em casa e deve ser usado em ocasiões seguras e especiais. O mais antigo deve ser usado quando voce está na rua e deve ser usado apenas para se comunicar, ligar e receber ligações. 

 

Ranking de países mas atacados pela internet

  1. Estados Unidos

  2. China

  3. Reino Unido

  4. Brasil

  5. Alemanha

  6. Índia

  7. França

  8. Itália

  9. Países Baixos

10. Canadá

 

Os povos mais atacados pela internet incluem:

1. Crianças e adolescentes

2. Mulheres

3. Idosos

4. Minorias étnicas

5. Pessoas LGBTQ

6. Pessoas com deficiência

7. Pessoas com baixo nível de educação

8. Pessoas que vivem em países em desenvolvimento

 

Mike N.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags: