Ucrânia já está realizando algumas ações contraofensivas

Publicado por: Feed News
19/04/2023 11:05:53
Exibições: 114
Divulgação/Redes Sociais
Divulgação/Redes Sociais

As Forças de Defesa da Ucrânia não anunciarão publicamente o início de uma contra-ofensiva.

 

A afirmação foi da vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Malyar, no ar da maratona.

Segundo ela, algumas ações contra-ofensivas já estão em andamento, as Forças Armadas da Ucrânia estão se preparando para a libertação total dos territórios ucranianos.

 

“Não haverá um dia em que as Forças Armadas dirão: 'Amanhã lançaremos uma contra-ofensiva.' Isso é impossível em tempo de guerra porque é uma informação confidencial. Estes são os planos das Forças Armadas, que não temos o direito de discutir no espaço público, inclusive os próprios militares não os discutem”, disse Malyar.

 

Ao mesmo tempo, enfatizou que algumas ações contra-ofensivas já estão ocorrendo. Em geral, trata-se do objetivo estratégico das Forças Armadas e do Estado de libertar todos os nossos territórios.

 

"Está claro que visamos exatamente isso, impedir o inimigo de ações ofensivas. Portanto, é incorreto falar estritamente sobre uma contra-ofensiva. Porque este é um enorme complexo de várias ações e medidas que estão sendo realizadas atualmente pelas Forças Armadas. Em primeiro lugar, a preparação das pessoas para um complexo de ações. Defensivos e ofensivos, mas todos juntos podem ser chamados de medidas contra-ofensivas", acrescentou o vice-chefe do Ministério da Defesa.

 

Ela também observou que a alta liderança militar tem vários planos para escolher, dependendo da situação. Não pode haver apenas um curso de ação aqui, porque o inimigo também reage a ele.

 

"Você tem que entender que essas decisões são tomadas em um período muito curto de tempo, não em um mês, dois ou seis meses. E o plano é finalmente escolhido de forma que o inimigo não tenha tempo de reagir a ele", disse Malyar.

 

Anteriormente, o primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmyhal, disse que a contra-ofensiva do exército ucraniano poderia começar já neste verão .

 

Enquanto isso, o secretário do Conselho de Segurança Nacional, Oleksiy Danilov, disse que "não mais do que cinco pessoas no planeta" têm informações sobre onde, quando e como começará a contra-ofensiva das Forças Armadas .

 

Por sua vez, o Ministério da Defesa da Ucrânia afirmou que  apenas o presidente Volodymyr Zelenskyi, o ministro da Defesa Oleksiy Reznikov e o comandante-em-chefe das Forças Armadas ucranianas Valery Zaluzhny têm o direito de falar sobre a futura contra-ofensiva das Forças Armadas ucranianas.

 

Com informações da Agência PRM (UA) 

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados