A Nova Realidade Espacial da Rússia

Publicado por: Feed News
19/06/2024 21:29:17
Exibições: 117
Robert Ghemente.EPA/ Reprodução
Robert Ghemente.EPA/ Reprodução

Como o Isolamento Internacional Afeta o Programa Espacial Russo

 

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, tem sido amplamente retratado como um “mastermind” geopolítico, mas esta imagem está longe de ser precisa. Diversos erros estratégicos na guerra na Ucrânia e outras ações internacionais mostram que Putin está longe de ser um gênio geopolítico.A descrição já tinha sido trazidaem publicação da revista Newsweek: o presidente da Rússia não é um “mastermind”.

 

Falhas na Estratégia Ucraniana

Desde o início da invasão da Ucrânia, Putin subestimou a resistência ucraniana e pensou que a guerra se resolveria em poucos dias. Em vez disso, as tropas russas enfrentaram recuos significativos e prolongados. Além disso, a morte misteriosa de Yevgeny Prigozhin, líder do Grupo Wagner, levantou questões sobre o controle real de Putin sobre seus aliados e o apoio popular ao Kremlin.

 

Testemunhos de Especialistas

O ex-Secretário de Estado da Internacionalização, ligado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, argumenta que Putin não é um “gênio geopolítico”. Ele apresenta 11 pontos que desmentem o mito do grande estrategista:

 

  1. Adesão da Suécia e Finlândia à NATO: A expansão da NATO reflete a falha de Putin em manter a Rússia segura e respeitada.

  2. Distanciamento da Ásia Central: Vários países da região estão se afastando da Rússia, percebendo a falta de respeito de Putin pela soberania e fronteiras bem como ao Direito Internacional.

  3. Êxodo de Profissionais: Milhares de russos, incluindo profissionais qualificados, estão fugindo do país, morrendo ou gravemente feridos na guerra.

  4. Congelamento de Ativos: Quase 500 mil milhões de euros em ativos russos estão congelados no Ocidente, intensificando a fuga de capitais.

  5. Dependência da China: A Rússia se torna cada vez mais dependente da China, colocando sua própria soberania em risco.

  6. Repressão Interna: A ausência de eleições livres e a supressão de mídia independente mostram uma Rússia cada vez mais autocrática.

  7. Perda de Mercado Energético: A Rússia está perdendo acesso ao lucrativo mercado de petróleo e gás europeu.

  8. Isolamento Espacial: A cooperação com agências espaciais ocidentais está se deteriorando.

  9. Laços com Terrorismo: Os vínculos com entidades terroristas são cada vez mais evidentes.

  10. Estado-Pária: A Rússia enfrenta sanções internacionais contínuas e crescente isolamento global.

  11. Esquizofrenia na Liderança: A “deriva imperial” de Putin revela uma desconexão com a realidade geopolítica.

Conclusão

A imagem de Putin como um estrategista geopolítico é, na verdade, uma fachada. Seus erros na Ucrânia e a deterioração das relações internacionais colocam em evidência a fragilidade de sua liderança. A contínua “deriva imperial” da Rússia sob Putin não é apenas imprudente, mas também autodestrutiva, deixando o país mais isolado e vulnerável do que nunca.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados